Pular para o conteúdo principal

FÍSICA QUÂNTICA,CIÊNCIA QUE TRAZ ESPERANÇA PARA O MUNDO...


image

Física Quântica, ciência que traz esperança para o mundo….

Atualmente, por toda parte ouve-se um grande falatório sobre Física Quântica, e não apenas nos setores da ciência e das universidades, mas também nas avenidas, nos logradouros e até nos supermercados e nas barbearias!

Ouvem-se coisas incríveis nesse falatório sobre a Física Quântica: que é possível estar em mais de  um lugar ao mesmo tempo, que podemos viajar no tempo, que podemos atrair coisas e pessoas que nos interessam, que a nossa mente pode projetar e criar a nossa própria realidade e o nosso futuro, e há quem fale até em dieta quântica e em cobertores quânticos!
É muito bom que o povo fale sobre a Física Quântica, pois a história registra que toda verdade para se consolidar como tal, necessariamente tem que passar pela compreensão do povo, pois se não for assim, então será verdade de poucos ou verdade de laboratório. Por causa de sua fenomenologia fantasmática, mesmo nós, físicos, ainda não sabemos o que é exatamente a  Física Quântica, e quando não sabemos o que uma coisa é, ajuda-nos bastante sabermos o que ela não é.

image

Três coisas a Física Quântica não é:
1) – Embora ela esteja fundamentada em princípios metafísicos, a Física Quântica não deve ser confundida com um misticismo, isso precisa ser esclarecido às pressas.
2) – A Física Quântica não é apenas uma construção teórica da ciência, mas é uma revelação da própria natureza. Antes de Max Planck descobrir o quantum de energia em 1900, ele já estava presente na natureza, mesmo antes do homem surgir no planeta.
3) – A Física Quântica é uma ciência que ainda está em formação, e ninguém sabe exatamente em que praia isso vai dar.

image

O que a Física Quântica parece ser:
A ciência do muito pequeno ou a ciência do quantum. Então, para sabermos o que é a Física Quântica, antes é necessário sabermos o que é o tal do quantum. Em palavras simples, o quantum da Física Quântica é a menor quantidade de energia do universo, para além da qual as leis da Física não funcionam e realidade não tem significado para a nossa compreensão. Há também o quantum de tempo e o quantum de espaço, que juntamente com o quantum de energia funcionam como portais para a realidade metafísica transcendente.
Desse modo, enquanto o místico, através da meditação,  busca a transcendência por meio do esvaziamento do intelecto e do isolamento da realidade, o físico quântico busca a transcendência através do mergulho na profundidade infinitesimal da própria matéria, penetrando até o fundão microscópico do mundo das partículas, lá onde o quantum se esconde, para então, numa expressão de espanto e perplexidade, descobrir ai, exatamente aquela mesma espécie de inteligência cósmica universal,  que através da meditação o místico também descobriu fora do mundo. O místico através da transcendência e o físico através da imanência, eis a razão e a intuição penetrando no mesmo mistério, que em ambos produz um mesmo êxtase e uma mesma perplexidade!
Através do Princípio da Complementaridade os físicos acreditam que as coisas e as pessoas existem em duas diferentes dimensões ao mesmo tempo, uma dimensão cósmica/corpuscular e outra dimensão quântica/ondulatória, ambas as dimensões sendo dois diferentes aspectos de uma mesma realidade total oculta. Na realidade quântica não existe nem tempo e nem espaço, e lá as coisas também surgem e desaparecem sem causa, podendo estar em diferentes lugares ao mesmo tempo e em diferentes épocas no mesmo instante, viajando pra lá e pra cá no tempo! Isso não é massa!!!
Na realidade quântica, a cada um de nós abrem-se possibilidades infinitas, e lá ninguém está sujeito às restrições de tempo ou espaço, e nem aos limites ou condicionamentos de qualquer gênero, e isso não é misticismo nem fantasia, mas teorias fundamentadas por experimentos de laboratório e pelo formalismo matemático,  sustentadas por senhores encanecidos, ganhadores do Nobel de Física, como Max Planck, Niels Bohr, Werner Heisenberg,Erwin Schrödinger, Louis de Broglie, Paul Dirac, Max Born, David Bohn e outros . Na realidade quântica nós somos, sabemos e podemos muito mais!
Portanto, as nossas experiências vividas através das nossas atividades e dos nossos relacionamentos não contam toda a nossa história de sucesso ou de fracasso, e mesmo que ampliemos imensamente o nosso conhecimento sobre a nossa realidade, assim mesmo algo sempre fica desconhecido e sempre pode haver surpresas. Mesmo quando nós achamos que tudo está perdido e a tragédia parece iminente, assim mesmo nós podemos ser surpreendidos por algum evento positivo, que não entrou na equação do nosso projeto.

image

Princípio da Complementaridade, portanto, confere a cada um de nós o direito de ter esperança, de esperar um milagre a qualquer momento ou uma mudança de situação, ou uma reviravolta em nosso contexto! A Física Quântica nos dá o direito de sermos otimistas, e isso com base em fundamentos de ciência!
A Física Quântica é uma Física da Esperança! Então façamos por onde tudo aconteça….só depende de nós!

image

Este famoso experimento em Física Quântica chamado Experimento da Fenda Dupla, através do qual se constata que a partícula se comporta conforme as intenções do experimentador: se ele deseja que partícula se materialize como um corpúsculo, ela aparece como um corpúsculo; se ele desejar que ele se materialize como uma onda, então é isso que acontece.
Esse experimento mostra que, quando temos uma compreensão profunda sobre as coisas que nós desejamos, então a natureza trabalha para que isso aconteça, e aqui trata-se de algo fundamentado num princípio da Física Quântica, caso você desconfie que isso seja   misticismo.
Quando você tem uma compreensão profunda sobre algo, mais coisas acontecem na sua mente, além do mero acréscimo de informações aferentes. Já são bastante numerosas as provas científicas de que a natureza humana se expressa através de uma estrutura informacional, um assunto sobre o qual provavelmente você já ouviu falar, mas com o nome de Teoria Cognitiva, uma ciência que está na moda.
Os darwinistas também gostam dessa teoria, pois segundo eles, as estratégias de sobrevivência das espécies foram desenvolvidas a partir das informações que o nosso ancestral biológico recolheu do seu ambiente. Lá no fundão da nossa memória filogenética, cada um de nós sabe como as coisas funcionam, sem precisar ser platônico para acreditar nisso.  
Entendeu? Isso significa que não é necessário você se tornar um especialista em Física Quântica, para poder utilizar as suas leis como ferramentas, para resolver os seus  problemas ou concretizar os seus  projetos. Basta você ter um a boa compreensão  sobre como funcionam essas leis,   para então disparar o mecanismo colapsador de realidades, que desde épocas remotas a vida vem utilizando para preservar as suas espécies.
Gregory Bateson e Humberto Maturana são dois biólogos que se tornaram famosos, pelo trabalho desenvolvido no campo da Biologia, utilizando  precisamente esse mesmo fundamento ontológico da Teoria da Cognição, aplicada aos processos da organicidade.  E se você quer  nomes da área da Física Quântica, que também postularam essa mesma estrutura cognitiva para a natureza humana, lá vão os nomes de dois físicos porretas: do inglês Roger Penrose e do israelense David Deutsch.
Não é necessário nem esquemas complexos nem métodos abstratos, e nem cursos caros, para você se apropriar das leis quânticas como ferramentas para resolver problemas e concretizar projetos. Basta você efetivamente entender como, onde e quando as coisas acontecem, tornando-se íntimo do seu projeto, excitando-o constantemente através de ações e atitudes. O resto a Física Quântica faz por você.
Você sabe que o tempo de vida de uma partícula instável é bastante curto, quase um nada de tempo. Todavia, quando uma dessas partículas é observada verifica-se que o seu tempo de vida aumenta. Ou seja, ao contato com uma consciência, a partícula é puxada para existir na realidade física, materializada. Esse processo, nós, físicos, chamamos de Efeito Zeno.
Quando você realmente compreende algo e permanece pensando nisso constantemente, você também  está submetendo o seu pensamento ao Efeito Zeno, e desse modo atuando para que ele se materialize na realidade física. A realidade é sustentada pelo pensamento,  já faz bastante tempo que isso vem sendo postulado pelos filósofos, e agora também pelos físicos quânticos.
Quando você efetivamente compreende algo, então a sua mente fica diferente. De fato, ocorre uma mudança mental em você, embora isso não seja acompanhado de nenhum sinal visível. A Neurociência não conta toda a história do que acontece durante o processo da compreensão.  
Você já ouviu falar sobre coisas como insight ou intuição? Você sabe que em Física Quântica, nós físicos, chamamos isso de Salto Quântico? Você também sabe o que é preciso fazer para ter um insight ou uma intuição? Não? Então lá vai: basta você ter uma compreensão clara e precisa sobre o que você deseja e pensar nisso com freqüência, e assim você estará cognitivamente  aberto às intuições e aos saltos quânticos.
E você já sabe o que acontece depois disso, né! A exemplo da partícula instável, o seu desejo ou projeto também é puxado para a realidade física, para assim sofrer o seu respectivo Colapso da Função de Onda, e depois se materializar na sua realidade, do jeito que você queria.    
A compreensão é um gatilho cognitivo que faz disparar o processo do Colapso da Função de Onda ou a concretização do seu projeto, lembre-se disso. Aliás, sobre o tal Colapso da Função de Onda, aqui vai uma informação de primeira mão: esse processo ocorre primeiramente na sua consciência, antes da materialização do projeto lá fora, na realidade física.
Isso mesmo. Nós ficamos grávidos dos nossos desejos, pois dependendo do nível da nossa compreensão sobre eles, antes da coisa acontecer lá fora, na realidade física, ela acontece primeiramente dentro da nossa consciência. Essa é a primeira fase do Colapso da Função de Onda do projeto, e se nós não atrapalharmos e soubermos atuar por meio de comportamentos quânticos, então é só correr  “pro abraço”,pois é certo que a segunda fase do Colapso da Função de Onda também vai acontecer.
Importantíssimo: jamais seja superficial no conhecimento daquilo que você deseja! Lembre-se de Aristóteles; conhecer algo é possuir a sua essência, e quem possui a essência de uma coisa, tem o poder de atuar sobre ela, e desse modo você pode tomar as rédeas do processo de concretização doseu projeto.  

image

Concretize sonhos e projetos usando a Física Quântica

As pessoas podem permanecer correlacionadas através  do amor, da afetividade, da afinidade, da necessidade e dos interesses comuns, e quando isso acontece elas estão consciente ou inconscientemente  conectadas umas com as outras, segundo o Princípio da Correlação Quântica. As pessoas podem ficar quanticamente correlacionadas também com coisas, lugares e acontecimentos, e em especial com seus sonhos, projetos e necessidades.
Experimentos quânticos comprovam que partículas correlacionadas permanecem conectadas e interagindo instantaneamente umas com as outras,  mesmo quando elas se encontram separadas por grandes distâncias. Nessa condição, cientistas constataram que tudo o que acontece com uma partícula, também acontece com a partícula distante instantaneamente, e isso também ocorre na realidade humana, processo esse chamado de Efeito Não-Local.

image

Atuando em conexão com os outros princípios da Física Quântica, a Correlação Quântica pode ser utilizada como uma poderosa ferramenta para aproximar coisas, pessoas ou lugares, produzindo deste modo os contextos e cenários favoráveis à concretização dos sonhos e projetos. Tudo aquilo que você já tinha ouvido os místicos falarem sobre o poder mental que cada um de nós possui de atrair coisas e pessoas, agora você também ouve da Física Quântica.
Correlacionar-se com o seu sonho ou projeto é ficar íntimo dele, permanecendo sempre unido a ele através dos processos da mente e do psiquismo. Existem muitos modos diferentes de manter correlação quântica com aquilo que nós desejamos. Um deles é o de desenvolver desejo e vontade constantes, mas é importante saber que ter desejo não é ter vontade: o desejo é apenas a imagem mental daquilo que você quer, e a vontade é a força ou impulso psíquico capaz de mover você em direção ao seu desejo. Você pode ter um desejo intenso, mas assim mesmo não ter nenhuma vontade caso não experimente um impulso que se mova dentro de você em direção à ação.
Outro tipo de Correlação Quântica são as informações e o conhecimento sobre o seu sonho ou projeto. É preciso obter o maior número de informações possíveis sobre aquilo que você está pedindo para o universo, e depois transformar essas informações em conhecimento. O conhecimento possibilita que você tenha a compreensão sobre seu sonho ou projeto, e quando isso acontece, você fica fortemente correlacionado com ele.
O processo da Correlação Quântica ocorre no nível da Teoria Quântica de Campos, e por isso opera com forças, energias e fatores invisíveis que não são detectáveis pelos nossos sentidos e nem pelos instrumentos da Física. Isso significa que nas atividades e nos relacionamentos humanos acontecem mais coisas do que nós imaginamos. Entre essas coisas estão aquilo que nós chamamos de os vilões, que são os comportamentos psíquicos capazes de malograr ou dificultar a concretização de um sonho ou projeto, como por exemplo o medo, a ansiedade, o ódio e as crenças, em especial.
O medo é um senhor de muitas máscaras, às vezes impossível de ser detectado em nosso psiquismo. Quase todo mundo experimenta algum tipo de medo em maior ou menor grau: medo de morrer,  medo de falir, medo de adoecer, medo de ser abandonado, medo de falhar, medo de não conseguir, etc. Outro vilão é a ansiedade, que nos faz esperar o amadurecimento do fruto antes do tempo, nos tornando impacientes e inseguros.
O dogma ou crença também é um vilão poderoso, pois, na medida em que nos mantém ignorantes sobre a natureza das coisas e de como elas funcionam, ele produz em nós um estado de  indiferença intelectual, e assim impossibilita o conhecimento sobre o nosso sonho ou projeto. O  ódio, outro vilão, é um verdadeiro bumerangue, que depois de arremessado contra alguém sempre volta para a pessoa que o arremessou, pois as leis quânticas operam com vibrações e frequências, não distinguindo valores morais.

image

É importante insistir: na realidade quântica não existem coisas, mas campos onde a realidade é feita de vibrações e frequências, suscetíveis de serem afetadas pelas vibrações psíquicas. Deste modo, todas essas formas de comportamento psíquico como o medo, a ansiedade, o ódio e a crença funcionam como fatores negativos que interferem no processo de Correlação Quântica, dificultando ou impossibilitando a concretização dos nossos sonhos ou projetos.

O MUNDO DA FÍSICA QUÂNTICA, Tudo é Energia!…. Nada é Sólido!!!….


image

Físicos prêmio Nobel provaram sem margem de dúvidas que o mundo físico é um grande mar de energia que pisca em milissegundos, repetidas vezes.
“As vezes, minha visão humana era tão espiritualmente elevada que eu podia ver através das pedras, da terra e da areia. Estas agora pareciam ser simplesmente "minusculas partículas de brilho cintilante” EU PERCEBI QUE NADA ERA REALMENTE SÓLIDO!
Este é o mundo da Física Quântica.
Eles provaram que os pensamentos é que colocam tudo junto e unem este campo de energia em constante mudança criando a “realidade” que vemos.
Então, por que vemos uma pessoa em vez de um aglomerado piscante de energia ?
Pense em um rolo de filme.
Um filme é uma coleção de aproximadamente 24 quadros por segundo.
Cada quadro é separado por um intervalo.
No entanto, por causa da velocidade com que um quadro substitui o outro, nossos olhos são enganados e pensamos que vemos uma imagem contínua e em movimento.
Pense na televisão.
Um tubo de TV é simplesmente um tubo com vários elétrons atingindo a tela
de uma certa maneira, criando a ilusão de forma e movimento.
Isto é o que todos os objetos são de qualquer forma. 

image

O ser humano tem 5 sentidos físicos (visão, audição, tato, olfato e paladar).
Cada um desses sentidos tem um espectro específico (por exemplo, um cão ouve uma gama diferente de som do que o ser humano, uma serpente vê um espectro de luz diferente do que o ser humano e assim por diante).
Em outras palavras, o seu conjunto de sentidos percebe um mar de energia a partir de um certo ponto de vista limitado, e forma uma imagem disto.
Ela não é completa, nem é precisa.  É apenas uma interpretação.
Todas as nossas interpretações são baseadas unicamente no “mapa interno” da realidade que temos, e não na verdade real.
Nosso “mapa” é resultado de experiências coletivas da nossa vida pessoal.
Nossos pensamentos estão ligados a essa energia invisível e eles determinam a forma que a energia vai assumir.
Nossos pensamentos literalmente mudam o Universo de partícula em partícula para criar a vida física…
(Nota: S. de Estr. - acrescento aqui mais um trecho do dito por Cristo em suas Cartas, pois o que ele disse recém hoje é comprovado pela física Quântica e esta sendo dito nesta mensagem agora transcrita. Ele diz:
“Quando eu tinha momentos de dúvida de que aquilo pudesse ser assim, as mudanças no fenômeno deixavam de existir, e muito mais tarde eu descobri que: meus pensamentos, se fortemente impregnados de CONVICÇÃO, poderiam causar mudanças no "cintilar das partículas”.
Foi naquele momento que compreendi o poderoso efeito que a CONVICÇÃO ou a FÉ inquebrantável tinha sobre o ambiente, ao exprimir um comando ou mesmo uma crença.
Compreendi que não havia nada sólido no universo, que tudo o que era visível estava manifestando um “estado de consciência” diferente, que determinava a composição e a forma do “cintilar das partícula”. 
PORTANTO, TODA FORMA EXTERIOR ERA UMA EXPRESSÃO DA CONSCIÊNCIA INTERNA).

image

Olhem ao seu redor.
Tudo que você vê em nosso mundo físico começou como uma ideia, uma ideia que cresceu, que foi compartilhada e se manifestou, crescendo o suficiente até dar a ilusão de um objeto físico, através de uma série de etapas. Nós literalmente nos tornamos a maioria do que pensamos.Sua vida se torna a maioria do que você imaginou e acreditou. 
O mundo é literalmente seu espelho, permitindo-lhe experimentar no plano físico o que você pensa, sente e mantem como sua verdade
… Até você alterá-la.
A física quântica nos mostra que o mundo não é a coisa rígida e imutável que parece ser.  Em vez disso, é um lugar que está fluido continuamente, construído através dos nossos pensamentos individuais e coletivos. O que nós pensamos na verdade é realmente uma ilusão, quase como um truque de mágica. 
Felizmente nós começamos a descobrir esta ilusão e mais importante, como mudar isto.
O seu corpo é feito do que ?
9 sistemas compreendem o corpo humano, incluindo o circulatório, digestivo, endócrino, muscular, nervoso, reprodutivo, respiratório, esquelético e urinário.
Que são compostos do que ?
De tecidos e órgãos.Os tecidos e órgãos são feitos do que ?
Células.As células são feitas do que ?
Moléculas.As moléculas são feitas do que?
Átomos.Os átomos são feitos do que ?
Partículas sub-atômicas.As partículas subatômicas são feitas do que ?
ENERGIA!
Você e eu somos a luz pura da energia em sua configuração mais bonita e inteligente.
A energia que está mudando constantemente sob a superfície e você controla tudo isso com sua poderosa mente. Você é um grande e poderoso ser humano estelar. Se você pudesse se enxergar sob um poderoso microscópio eletrônico e realizar alguns experimentos em si mesmo, você poderia ver que é composto de um conjunto de energia em constante mudança na forma de elétrons, nêutrons, fótons e assim por diante. Assim como é tudo em torno de você.
A física quântica nos diz que é o ato de observar um objeto que faz com que ele esteja lá e passa a existir assim que começamos a observá-lo.
Um objeto não existe independentemente do seu observador! Então, como você pode ver a sua observação, a sua atenção para alguma coisa, e sua intenção, literalmente cria essa coisa. Isto é científico e comprovado. O seu mundo é feito de espírito, mente e corpo.
Cada um desses três, espírito, mente e corpo, tem uma função que é única para ele e não compartilhada com o outro. O que você vê com os seus olhos e experimenta com o seu corpo é o mundo físico com o que chamamos de corpo. O corpo é um efeito, criado por uma causa. Esta causa é o pensamento. O corpo não pode criar. Ela só pode experimentar e ser experimentado… Que é a sua função original. O pensamento não pode experimentar… O que ele pode fazer é criar e interpretar.
Ele precisa de um mundo de relatividade (o mundo físico do corpo) para experimentar em si.
O espírito é o Tudo O Que É, o que dá vida ao pensamento e ao corpo.
O corpo não tem o poder de criar, ainda que de a ilusão de poder fazê-lo.
Essa ilusão é a causa de muita frustração.
O Corpo é puramente um efeito, mas não tem o poder de provocar ou criar.
A chave de toda esta informação é você aprender a ver o Universo
de forma diferente de como você o vê agora, para que possa manifestar tudo o que você realmente deseja.

FÍSICA QUÂNTICA… A CONSCIÊNCIA EXPANDIDA…


image

O mundo já é quântico, só você não está consciente que a sua consciência já se expandiu; Internet, Wi-Fi, smartphones e muitas outras coisas que são nossas tecnologias de ponta, é pura física Quântica. Isso é também o que cria toda essa resistência ao Bem Estar que estamos presenciando em tudo: na politica, na economia e nos relacionamentos. Mas, só mesmo você ainda não entendeu como é ser quântico, e assim aproveitar mais esse novo paradigma. Você é o observador que define a forma com que os átomos vão se comportar, partícula ou onda, mas tudo continua sendo formados por átomos, então não tem jeito de você estar errado, nem sendo culpado e muito menos ficar com medo, sem isso se manifestar, tudo que você focar e der atenção os átomos tem que dar a forma que você imaginar, e só você pode mudar a forma quantas vezes quiser e quando também quiser. Afinal tudo o que existe nesse mundo físico são ondas de infinitas possibilidades que se chocaram com o pico de outra onda e se tornaram onda de probabilidades. Até você mesmo é apenas mais uma onda de probabilidades momentânea. Por isso essa falsa premissa e sensação de morte, mas a energia que é você é eterna.
A Lei da Atração é a gerente universal para agrupar os átomos direcionados pelo desejo de cada pessoa, e assim os átomos em diferentes; vibrações, frequências e densidades, podem dar todas as formas exatas e necessárias a cada desejo de cada observador. Mas, tudo é no agora, você só faz isso estando consciente e deliberado no agora, usando e praticando sempre a Lei da Criação Deliberada. Mas como tudo é energia e informação de puro Bem Estar ou ausência dessa mesma energia e informação de Bem Estar, sem estar no seu vórtice criativo, que é estar sentindo agora esse fluxo de Bem Estar passando por você; simultaneamente, ininterruptamente e eternamente, você mesmo não o permite, você mesmo cria o efeito de não quântico. E assim os átomos voltam a continuar como partículas e não mais como ondas. É preciso que você pratique a arte da permissão que engloba essa Lei Universal da Permissão. Que é estar sentindo agora o Bem Estar.

image

Física Quântica X Espiritualidade. O que isso tem a ver?

Em Física Quântica, um dos seus principais enunciados é o do Princípio da Complementaridade, desenvolvido pelo físico dinamarquês Niels Bohr, através do qual os físicos acreditam que a realidade é constituída por duas dimensões: uma dimensão física e visível chamada de realidade corpuscular, e uma dimensão não física e invisível chamada de realidade ondulatória.
A realidade ondulatória – também chamada de realidade quântica – é aceita a contragosto pelos físicos, pois ela refere-se a um domínio metafenomênico e metafísico da realidade, que não pode ser captado nem pelos sentidos humanos nem pelos instrumentos da Física. Um domínio onde não existe nem tempo nem espaço, e onde as coisas podem surgir e desaparecer instantaneamente, onde as coisas existem holística e sistemicamente, através de uma cerrada trama de interconexões e inter-relações, sem necessitar do Princípio da Causalidade, segundo Aristóteles.

image

Depois dos trabalhos de Louis de Broglie e Erwin Schrödinger, ambos prêmios Nobel de Física,  esse estranho mundo da realidade quântica ou ondulatória encontra-se firmemente demonstrado tanto pelo formalismo matemático quanto pelos experimentos de laboratório, e no arraial dos físicos ninguém têm dúvidas quanto a sua existência.
Se você ouvisse a conversa de dois físicos sobre o mundo fantasmático da Realidade Quântica, as coisas que você ouviria seriam bem mais misteriosas e abstratas do que essas coisas que você ouve através dos místicos e religiosos, quando eles falam sobre a realidade espiritual. De fato, segundo o Princípio da Complementaridade enquanto aqui na realidade cósmica nós e as coisas existimos  limitados pelo tempo e espaço, na realidade quântica ao mesmo tempo nós também existimos onipresentes no espaço e no tempo, estando em todos os lugares ao mesmo tempo, e em todas as épocas,  no mesmo instante!!!

image

Na realidade quântica não existe limites para as coisas ou pessoas: lá, elas podem ser – e de fato são – qualquer coisa ao mesmo tempo, uma condição metafenomênica que o Nobel de Física John Von Neuman chamou de Estado de Superposição e que atualmente os físicos chamam de Emaranhamento Quântico, uma condição de possibilidades que supera tudo aquilo que os místicos e religiosos afirmam sobre a realidade espiritual. Daí por que o Princípio da Complementaridade é capaz de se oferecer para os físicos, como um modelo de espiritualidade cientificamente consistente e admissível.
As relações metafenomênicas entre os  espíritos, que ocorrem fora do tempo e do espaço, assim como você tem ouvido os místicos e religiosos falarem sobre elas, agora os físicos também as afirmam quando eles falam sobre as relações entre as partículas ou entre os entes quânticos, e eles falam isso com base na Teoria Quântica de Campo, uma área de estudo que deu um Prêmio Nobel ao físico norte-americano Richard Feynman.
Então, caro leitor, se até aqui o seu intelecto rigorosamente racional vinha fazendo você refutar e guardar distância disso que os místicos e religiosos chamam de realidade espiritual, agora, para permanecer racional e cientificamente correto, você já não pode mais continuar duvidando da existência da realidade espiritual, e se não fizer isso, então intelectualmente  você estará na contramão da modernidade científica e estará refutando os trabalhos dos físicos ganhadores dos Prêmios Nobel.
“https://www.youtube.com/watch?v=eu0XNb4UYFA”
Se você tem uma consciência aberta e não for intelectualmente preconceituoso, eu tenho certeza de que você gostar daquilo  que um bom físico – se ele também não for preconceituoso – tem para te dizer sobre uma realidade espiritual fundamentada em princípios de Física Quântica. Vai fundo!!!
Na verdade a ciência do século XXI  esbarrou em obstáculos, em que os grandes cientistas do século XX fizeram de tudo para evitar: a Física Quântica não se explica a partir dos dogmas da ciência tradicional e traz para o palco do  conhecimento novas fronteiras como “A Influência da Consciência Sobre a Matéria”, o “Não Determinismo”, a “Não Materialidade dos Corpos”, a”Comunicação Não Local – Ilusão do Espaço-Tempo”, entre outros fenômenos devidamente experimentados, que comprovam que a ciência do futuro não será escrita de outra forma que não “de braços dados com a espiritualidade”.  Mais do que isto, que no mundo em que vivemos, nossos sonhos e aspirações são possíveis de serem realizados e dependem, sobretudo, de nossa postura e forma de agir com o universo que nos rodeia. 

image

Quem Somos nós?

https://www.youtube.com/watch?v=EJIYrIWJ76o

A FÍSICA QUÂNTICA EXPLICA VIDA APÓS A MORTE….

Renomado professor de física da Universidade de Oregon, pesquisador do Institute of Noetic Sciences, assíduo visitante do Brasil, o indiano Amit Goswami mostra por que a reencarnação é um fenômeno que merece ser investigado pela ciência

image

Por Amit Goswami - No fim do século 19, os teosofistas, sob a liderança de Madame Helena Blavatsky, redescobriram para o Ocidente algumas antigas verdades orientais. A verdade da ontologia perene – de que a consciência é a base de todo o ser – era clara para eles. Eles reconheciam também dois princípios cosmológicos. Um é o princípio da repetição para o cosmo inteiro – a ideia de que o universo se expande a partir de um big-bang, depois se retrai num big-crunch e em seguida se expande outra vez, esticando e encolhendo de modo cíclico. O segundo princípio era a ideia de reencarnação – a ideia de que existe uma outra vida antes desta e haverá outra depois da morte; nós já estivemos aqui antes e vamos renascer muitas outras vezes.
Para a mentalidade moderna, a reencarnação parece um tanto absurda. Sob implacável pressão da ciência materialista, nós nos identificamos quase totalmente com o corpo físico, de modo que a ideia de que uma parte de nós sobrevive à morte do corpo físico é difícil de engolir. Ainda mais difícil é imaginar um renascimento dessa parte num novo corpo físico. A imagem de uma alma deixando o corpo que morre e entrando num feto prestes a nascer parece particularmente incômoda, porque pressupõe uma alma existindo independentemente do corpo. E nós tentamos com tanto afinco erradicar o dualismo de nossa visão de mundo!
Mas o nosso monismo (1) não precisa ser um monismo fundamentado na matéria. Se, em vez da matéria, a consciência for a base de todo o ser, a primeira dificuldade – aceitar que uma parte de nós sobrevive à morte – é consideravelmente mitigada, pois pelo menos a consciência sobrevive à morte do corpo físico.
Além disso, quando aprendemos que a nova ciência precisa incluir os corpos vital e mental e o intelecto para captar o sentido do que acontece no nível material da realidade, e que o corpo físico é uma espécie de computador (quântico) no qual as funções vitais e mentais estão programadas num software fácil de usar, até mesmo a aceitação da ideia de algo como uma alma se torna fácil. Não, isso não requer dualismo. Nenhum de nossos corpos – o físico, o vital, o mental ou o intelecto – é uma substância sólida, ao estilo newtoniano clássico; eles são, em vez disso, possibilidades quânticas na consciência. A consciência simultaneamente provoca colapsos de possibilidades paralelas desses mundos para compor sua própria experiência de cada momento.

image

Dos quatro corpos, apenas o corpo físico é localizado, estrutural e também materialmente; é por essa razão que é chamado de corpo grosseiro. Nossos corpos vital e mental são inteiramente funcionais, criados por condicionamento. Nós desenvolvemos propensões a determinadas confluências de funções vitais e mentais no processo de formação das representações no físico. Esses padrões de hábito se constituem de memória quântica – o condicionamento das probabilidades quânticas associadas às funções matemáticas de onda quântica desses corpos. É uma boa descrição científica de uma parte de nós que sobreviveria à morte: o corpo sutil – o conglomerado dos corpos vital, mental e temático –, no qual a memória das propensões passadas (que os hindus denominam carma) é transportada pela matemática quântica modificada dos corpos vital e mental. Podemos chamar esse conglomerado de mônada quântica. (Além dos corpos grosseiro e sutil, existe um terceiro, o corpo causal, constituído do corpo de beatitude do modelo panchakosha, o qual, é claro, sobrevive à morte, porque é a base do ser. Para onde mais ele iria?)
Com isso, a reencarnação é elevada à categoria de fenômeno merecedor de investigação científica, pois a melhor prova científica da existência do corpo sutil, com seus componentes vital e mental, seria um indício de sua sobrevivência e reencarnação. (2)

image

A mônada quântica sobrevivente, de acordo com o nosso modelo, conserva a memória quântica dos padrões de hábito e das propensões das vidas passadas. E existem amplos dados em apoio à ideia de que as propensões sem dúvida sobrevivem e reencarnam. No entanto, todas as narrativas que acumulamos durante a nossa existência, toda a nossa história pessoal, morrem, de modo geral, com o corpo físico, com o cérebro; essas histórias não são transportadas pelas mônadas quânticas. Mesmo assim, existem dados que mostram que algumas pessoas, especialmente crianças, são capazes de lembrar-se de histórias de vidas passadas, frequentemente com um nível de detalhe surpreendente. Qual é a explicação para essa memória reencarnacional? A não-localidade quântica através do tempo e do espaço esclareceria isso.
Acredito que todas as reencarnações de uma dada mônada quântica são conectadas não-localmente através do tempo e do espaço, correlacionadas em virtude de uma intenção consciente. Pouco antes do momento da morte, quando entramos num estado que os budistas tibetanos denominam bardo (transição), nossa identidade-ego cede consideravelmente; e, quando mergulhamos no eu quântico, tomamos conhecimento de uma janela não-local de recordações – passadas, presentes e futuras. Quando agonizamos, somos capazes de travar uma relação não-local com a nossa próxima encarnação, ainda sendo gestada, de modo que todas as histórias que recordamos se tornam parte das histórias dessa encarnação, agregando-se a suas recordações de infância. Essas recordações podem ser evocadas, mais tarde, sob hipnose. E, em alguns casos, as crianças conseguem evocar espontaneamente essas histórias de suas vidas passadas.
Como a mônada quântica sabe onde deve renascer? Se as diferentes encarnações físicas são correlacionadas pela não-localidade quântica e pela intenção consciente, seria a nossa intenção (no momento da morte, por exemplo) que transporta a nossa mônada quântica de um corpo encarnado para outro.
Indícios de sobrevivência e reencarnação
Existem três tipos de indícios em favor da teoria da sobrevivência e reencarnação do corpo sutil:
• Experiências relativas ao estado alterado de consciência no momento da morte;
• Dados sobre reencarnação;
• Dados sobre seres desencarnados.
Uma espécie de indício vem do limiar da morte, a experiência de morte. As experiências de visões comunicadas psiquicamente a parentes e amigos por pessoas à beira da morte vêm sendo registradas desde 1889, quando Henry Sidgwick e seus colaboradores iniciaram cinco anos de compilação de um Censo das Alucinações, sob os auspícios da British Society for Psychical Research. Sidgwick descobriu que um número significativo das alucinações relatadas envolvia pessoas que estavam morrendo a uma distância considerável do indivíduo que alucinava, e ocorria num prazo de 12 horas da morte.
Mais conhecidas, evidentemente, são as experiências de quase-morte (EQMs), nas quais o indivíduo sobrevive e se recorda de sua experiência. Nas EQMs, nós encontramos uma confirmação de algumas das crenças religiosas de diversas culturas; quem teve a experiência frequentemente descreve uma passagem por um túnel que leva a um outro mundo, guiada, muitas vezes, por uma conhecida figura espiritual da tradição da pessoa ou por um parente morto.
Tanto nas visões no leito de morte quanto nas experiências de quase-morte, o indivíduo parece transcender a situação de morrer, que, afinal, é frequentemente dolorosa e desconcertante. O indivíduo parece experimentar um domínio de consciência “feliz”, diferente do domínio físico da experiência comum.

image

A felicidade ou a paz comunicadas telepaticamente nas visões no leito de morte sugerem que a experiência da morte é um profundo encontro com a consciência não-local e com seus diversos arquétipos. Na comunicação telepática de uma experiência alucinatória, a identificação com o corpo que está padecendo e morrendo ainda é claramente muito forte. Mas a subsequente libertação dessa identificação permite uma comunicação integral da felicidade da consciência do eu quântico, que está além da identidade-ego.
Que as experiências de quase-morte são encontros com a consciência não-local e seus arquétipos é algo confirmado por dados diretos. Uma nova dimensão da pesquisa sobre a EQM demonstra que uma EQM pode levar a uma profunda transformação no modo de vida do sobrevivente da experiência. Muitos deles, por exemplo, deixam de sentir o medo da morte que assombra a maior parte da humanidade.
Qual é a explicação para a imagética específica descrita pelos que passaram pela EQM? As imagens vistas – personagens espirituais, parentes próximos como os pais ou os irmãos – são claramente arquetípicas. Podemos aprender alguma coisa comparando as experiências dos indivíduos com sonhos, uma vez que o estado que eles experimentam é semelhante ao estado onírico: sua identificação com o corpo se reduz e o ego deixa de ficar monitorando e controlando.
Dados sobre reencarnação
Os indícios em favor da memória reencarnacional são obtidos principalmente a partir dos relatos de crianças que se lembram de suas vidas passadas com detalhes passíveis de comprovação. O psiquiatra Ian Stevenson acumulou uma base de dados de cerca de duas mil recordações reencarnacionais comprovadas. Em alguns casos, ele chegou a levar as crianças aos lugares das vidas passadas de que se lembravam para comprovar suas histórias. Mesmo sem jamais terem estado nesses lugares, as crianças os reconheciam e conseguiam identificar as casas em que tinham vivido. Às vezes reconheciam até mesmo membros de suas famílias anteriores. Em um caso, a criança lembrou-se de onde havia algum dinheiro escondido, e, de fato, encontrou-se dinheiro ali. Os detalhes sobre esses dados podem ser encontrados nos livros e artigos de Stevenson. Um dos modos de se comprovar nosso modelo atual – de que a memorização reencarnacional ocorre numa idade muito precoce, por meio de uma comunicação não-local com o eu à beira da morte da vida anterior – seria verificar se os adultos são capazes de se lembrar de experiências de vidas passadas, quando submetidos à regressão à infância.
Dados sobre entidades desencarnadas
Até aqui, falamos sobre dados que envolvem experiências de pessoas na realidade manifesta. Mas existem outros dados, muito controversos, a respeito da sobrevivência depois da morte nos quais uma pessoa viva (normalmente um médium ou canalizador em estado de transe) alega se comunicar com uma pessoa, e falar por ela, que já morreu há algum tempo e aparentemente habita um domínio além do tempo e do espaço. Isso sugere não apenas a sobrevivência da consciência depois da morte como também a existência de uma mônada quântica sem corpo físico.
Como um médium se comunica com uma mônada quântica desencarnada? A consciência não é capaz de provocar o colapso de ondas de possibilidade numa mônada quântica isolada, mas, se a mônada quântica desencarnada entrar em correlação com um ser material vivo (o médium), o colapso pode ocorrer. Os canalizadores são as pessoas que possuem um talento especial e disposição para atuar nessa qualidade.
O fenômeno da escrita automática também pode ser explicado em termos de canalização. As ideias criativas e as verdades espirituais estão disponíveis para todos, mas o acesso a elas requer uma mente preparada. Como o profeta Maomé foi capaz de escrever o Corão, mesmo sendo praticamente analfabeto? O arcanjo Gabriel – uma mônada quântica – emprestou a Maomé, por assim dizer, uma mente. A experiência também transformou Maomé.
Anjos e devas
Em todas as culturas existem concepções de seres correspondentes ao que, no cristianismo, se denomina anjos. Os devas são os anjos do hinduísmo. Em geral, os anjos, ou devas, pertencem ao reino transcendente e arquetípico do corpo temático, o que Platão chamava de reino das ideias, e são desprovidos de forma. São os contextos aos quais nós damos forma em nossos atos criativos. Mas, na literatura, e mesmo nos tempos modernos, também existem anjos percebidos pelas pessoas como auxiliadores (como Gabriel, que auxiliou Maomé). Na linguagem de nosso modelo, esse tipo de anjo poderia ser uma mônada quântica desencarnada cuja participação no ciclo de nascimento e renascimento já terminou.
Notas
(1) De acordo com o Dicionário Houaiss da língua portuguesa, o monismo é uma “concepção que remonta ao eleatismo grego (antigo sistema filosófico da escola de Eleia, que só admitia duas espécies de conhecimentos: os que provêm dos sentidos e são apenas ilusão, e os que provêm do raciocínio e são os únicos verdadeiros) segundo a qual a realidade é constituída por um princípio único, um fundamento elementar, sendo os múltiplos seres redutíveis em última instância a essa unidade”. (N. da R.)
(2) Saliente-se que F. A. Wolf (1996) elaborou um modelo de sobrevivência depois da morte dentro do próprio paradigma materialista. Em sua teoria, no entanto, há várias hipóteses que talvez não sejam viáveis; seu modelo de sobrevivência, por exemplo, é válido somente se o universo vier a terminar num big-crunch.

image

O artigo acima sobre a Física quântica explica a Vida após a morte, é um excerto do capítulo “A Ciência e o Espírito da Reencarnação” do livro “A janela visionária – Um guia para a iluminação por um físico quântico”, de Amit Goswami, publicado no Brasil pela Editora Cultrix.

image

Como o universo nasceu e se estruturou, e onde é que a consciência se encaixa nele? Essa é uma questão que já intrigou não só os grandes filósofos e pesquisadores por muitas gerações, mas também muitas pessoas interessadas sobre pesquisas relacionadas ao fenômeno da consciência.
E por meio de pesquisas científicas e estudos de famosos pensadores, um entendimento mais factual da consciência e como ela existe e se manifesta no mundo físico. No livro, Marc explica como podemos nos mover para trás e para frente através do pensamento- refletir sobre o passado e fazer planos para o futuro -, mostrando por meio de sua pesquisa que essa quinta dimensão, localizada na própria mente, quebra as leis da relatividade e, desse modo, transcende a velocidade da luz. Os amplos estudos do autor acerca dessa quinta dimensão variam da teoria da relatividade geral e da teoria do éter para precognição, telepatia e sincronicidade, ou seja, “todos a partir da perspectiva do universo consciente”, afirma Marc Seifer. A obra explica como certas qualidades da mente, como a percepção, a ação propositada, a organização, o planejamento a até mesmo o processo de tomada de decisão, estão presentes na estrutura da matéria e nas dimensões do espaço e do tempo. Para o autor, o fato de os modelos quadridimensionais serem inadequados para explicar nossa experiência dos fenômenos mentais, eles apontam para a consciência da mente como um princípio superior de organização, isto é, uma quinta dimensão onde os pensamentos são tão reais quanto este mundo físico com o qual estamos familiarizados. Muito Além da Velocidade da Luz é um registro tanto de uma jornada pessoal, na qual o autor embarcou com mais afinco no início da década de 1970, como da jornada de um ser humano em busca de uma melhor compreensão da natureza e participação da consciência humana nessa realidade. Segundo Seifer, a trajetória não terminou e este livro não pretende ser uma resposta definitiva. “O que ele representa é um conjunto de passos significativos realizados nesse caminho e de elementos que apontam para as direções que precisam ser exploradas mais a fundo, um esforço de combinação das descobertas da física moderna com ideias extraídas dos campos da psicologia e de pesquisas sobre a consciência”, declara.

image

Uma vez estabelecida uma relação entre a mente humana e estrutura da matéria, podemos voltar a atenção para as diferenças qualitativas entre os atributos inerentes da consciência nos seres humanos e nos átomos. Sem dúvida, qualquer tentativa de conceber um modelo da psique deve passar pela questão dos vários níveis da mente. 

O cérebro humano pode ser analisado em três níveis básico:

1- Nível físico: É o domínio da física e das quatro forças fundamentais do universo; dos átomos físicos (bem como as partículas subatômicas e elementares) que compõem o cérebro. 
2- Nível biológico: Abrange a biofísica, que é o domínio da vida; o desenvolvimento dos aminoácidos, do DNA, da estrutura celular e assim por diante, incluindo-se o desenvolvimento dos neurotransmissores e de uma rede de neurônios nos animais superiores. Também podemos incluir aqui os instintos e automatismos primários. 
3- Nível psicoespiritual: É o domínio da psicologia tal como a definem autores como Pavlov, Skinner, Freud e Jung; é também a esfera dos estados mais elevados da consciência, como a vontade, a psicologia e áreas mais esotéricas, como o desenvolvimento de poderes de clarividência, a interação com a própria alma e a autotranscendência tal como a concebe o filósofo e metafísico Rudolf Steiner. Além disso, é a esfera da doutrinas religiosas. Se Levarmos em conta a evolução, a taxa de expansão do universo e a cronologia, podemos adicionar um quarto componente: 
4- O lugar e o tempo hierárquicos do ser humano no cosmos.Incluem-se aqui fatores específicos como a posição, estrutura e temperatura, entre outros atributos, da Terra; a cadeia teológica específica de eventos que levou ao desenvolvimento da vida; e, por fim, o surgimento do ser humano neste ponto determinado do tempo. Encaixam-se nessa categoria o princípio animador do universo, isto é, a causa primeira, bem como nosso lugar na hierarquia da inteligência

image
image

SAÚDE QUÂNTICA…


image

A física quântica é aplicada em benefício da medicina. Profissionais explicam o que consiste essa modalidade
Vivemos em uma sociedade em que a falta de tempo impera. Assumimos inúmeros compromissos e tarefas durante o dia, acreditando que o fato de mantermos nossas mentes ocupadas com pensamentos irá nos fazer bem. Quem nunca pensou assim que atire a primeira pedra. Atualmente, a maioria das pessoas simplesmente não tem tempo para se “desligar” e refletir sobre si mesmo.
Nesse contexto, surge a aplicação da física quântica na saúde. Além da fundamental contribuição para as tecnologias de ponta, essa ciência tem sido uma eficaz ferramenta para compreender a mente humana e o seu funcionamento, assim como o corpo. 
“O termo ‘quântico’ é usado de diversas maneiras. Na física, se refere aos princípios utilizados para descrever a realidade em níveis microscópicos. Um desses princípios liga todas as pessoas e objetos, em seu estado de consciência. Pode-se dizer que a medicina quântica é aquele ramo que manipula a energia espiritual do corpo para tratar e prevenir doenças.” - Richard Amoroso, psicólogo e Ph.D em Cosmologia e Filosofia da Mente, e atual diretor do reconhecido Instituto Avançado de Ciências Noéticas da Califórnia (EUA).
“Para mim, a saúde quântica é a base de toda a ciência. A ideia de consciência, e não a matéria, é o‘chão’ para todos os seres. Quando compreendemos esse fato, conseguimos formular uma medicina integrada, que une métodos tradicionais aos alternativos e os traz ao mesmo pé.” - Amit Goswami, Ph.D em Física Quântica, já indicado ao Prêmio Nobel. 

image

Práticas integrativas e harmonizadoras em saúde. Reiki, Bioterapia Facial, Acupuntura, Calatonia, Moduladores e Indutores Frequênciais Biorresonantes (saúde quântica),Shiatsu, Reflexologia Podal, Desintoxicação iônica .

image

Biofísica quântica: uma nova realidade no tratamento de saúde…
Para se entender como funciona uma essência vibracional há de se lembrar que a maioria das disfunções biológicas, com exceção dos ferimentos e traumas físicos, começam em nível celular, nas moléculas e íons. (Lipton Bruce H, A Biologia da Crença , : Butterfly Editora, 2007).
O corpo, que parece ser composto por matéria sólida, pode ser subdividido em moléculas e átomos. Sabemos, pelos estudos da física quântica, que todo átomo é composto de 99,9999% de espaço vazio10. 
As partículas subatômicas que se movem à velocidade da luz através deste espaço, na verdade, são feixes de vibrante energia. Estas vibrações, contudo, não são aleatórias e sem significado; elas carregam informações. O vazio no interior de cada átomo pulsa com informações invisíveis10. A vida se desenvolve quando o DNA compartilha suas informações codificadas com o RNA, que por sua vez, distribui partículas de informações para milhares de enzimas, as quais usam então suas informações específicas para fabricar proteínas. Em todos os pontos desta sequência foram trocadas energias e informações. (Lipton Bruce H, A Biologia da Crença , : Butterfly Editora, 2007).
Todos os organismos comunicam-se por meio de campos de energia. A química orgânica oferece a base mecânica para a biomedicina, mas as leis da física quântica é que controlam os movimentos moleculares que geram a vida. (Lipton Bruce H, A Biologia da Crença , : Butterfly Editora, 2007). 
Frequências e padrões específicos de radiação eletromagnética regulam o DNA, o RNA, a síntese das proteínas, alteram a função e o formato das proteínas, controlam os genes, a divisão das células, sua diferenciação, a morfogênese, a secreção hormonal, o crescimento e as funções nervosas. Os mecanismos de sinalização energética como as frequências eletromagnéticas são centenas de vezes mais eficazes na transmissão de informações ambientais que os sinais físicos como hormônios, neurotransmissores, fatores de crescimento, etc (Lipton Bruce H, A Biologia da Crença , : Butterfly Editora, 2007).
Sabe-se que os organismos vivos precisam receber e interpretar os sinais do ambiente para se manterem vivos. Na verdade, a sobrevivência está diretamente vinculada à velocidade e à eficiência da transferência de sinais. A velocidade dos sinais de energia eletromagnética é de cerca de 300 quilômetros por segundo, enquanto a velocidade dos elementos químicos difusíveis é menor que 1 centímetro por segundo sinais de energia são 100 vezes mais eficientes e infinitamente mais rápidos que os sinais químicos. (MacClare C M F, Resonance in bioenergetics, Annals of the New York Academy of Science, 227 : 74-97.).
Há evidências científicas suficientes de que podemos adaptar as ondas e transformá-las em agentes terapêuticos da mesma maneira que manipulamos as estruturas químicas das drogas (Lipton Bruce H, A Biologia da Crença , : Butterfly Editora, 2007).
As essências vibracionais inserem nas células padrões de energia que resgatam a memória celular, promovem o resgate estrutural, auxiliam na condução da harmonia funcional liberando informações via campo informacional. Quando se administram essências vibracionais a ação é biofísica.”

As essências vibracionais têm o objetivo de estimular a regulação da função da célula, promovendo a Cura!


image
https://www.youtube.com/watch?v=PsMWTIqgeh8
Fonte:https://elcienemariatigre.tumblr.com/post/125575965608/