ENEAGRAMA : O QUE É,O QUE NÃO É,E COMO PODE AJUDAR VOCÊ

TAE_post_eneagrama_1

Você já percebeu como algumas pessoas se comportam de forma parecida?

  • Alguns são racionais, metódicos, analíticos. Usam a cabeça pra tudo e tem vezes que esquecem de usar os sentimentos.
  • Outros são sensíveis, carinhosos, afetuosos. Usam o coração pra tudo, mas às vezes esquecem de usar a razão.
  • E tem também aqueles que tem energia que não acaba nunca. Usam o corpo e a vitalidade para tudo, mas às vezes não pensam com calma, nem se sensibilizam com as pessoas.

Lidar com pessoas é moleza né? (Só que não…)
Então, se você:
  • Tem ou já teve qualquer desafio para lidar com pessoas (e até consigo mesmo);
  • Quer conhecer mais a si mesmo, tornar-se alguém mais completo, de um jeito prático, divertido e altamente preciso…

Então vai adorar o que está para ler agora.
Aqui explico o que é – e o que não é – Eneagrama e como podemos te ajudar com o Método TAE. Um artigo realmente completão para iniciantes.
O conteúdo está dividido em tópicos, de forma que você pode ler apenas aqueles que precisa, pulando os demais, ou, ler todos e ter um entendimento mais amplo.
Você decide!

Antes de tudo: veja como o Eneagrama pode ajudar você.

TAE_post_eneagrama_2
Resuminho rápido:
  • O Eneagrama visa o desenvolvimento harmonioso da gente, como um todo;
  • É lógico e simples para compreender melhor nossos comportamentos e truques inconscientes;
  • Também indica caminhos de desenvolvimento específicos para cada Grupo de Personalidade. Com uma precisão de cair o queixo…
Uma ferramenta completa para auxiliar você a se conhecer melhor e desenvolver ao máximo seus potenciais pessoais, interpessoais e profissionais.
A verdade é que o Eneagrama nunca foi tão atual e necessário quanto agora, no século XXI, onde o maior desafio da humanidade é entender e desenvolver a própria humanidade.

Ótimas referências.

Para os leitores mais teóricos, que querem se aprofundar depois, segue aqui uma lista enxuta de alguns dos livros legais sobre o assunto (coloquei apenas aqueles publicados em língua portuguesa):
  • A Essência do Eneagrama, David N. Daniels e Virgínia A. Price, Ph.D. – Ed. Pensamento;
  • O Eneagrama – Compreendendo-se a Si Mesmo e aos Outros em sua Vida, Helen Palmer – Ed. Paulinas;
  • Os Nove Tipos de Personalidade – Um Estudo do Caráter Humano através do Eneagrama, Claudio Naranjo – Ed. Objetiva;
  • A Dimensão Espiritual do Eneagrama – As Nove Faces da Alma, Sandra Maitri – Ed. Cultrix;
  • Crescendo com o Eneagrama na Espiritualidade, Domingos Cunha – Editora Paulus;
  • A Sabedoria do Eneagrama, Don Richard Riso e Russ Hudson – Ed. Cultrix.
Aqui na Educação TAE, a gente também tem vários anos de prática na área e já atendemos mais de 1.300 pessoas com nosso Método baseado no Eneagrama.
Preparado? Então, vamos nessa.

O QUE NÃO É ENEAGRAMA.

TAE_post_eneagrama_2-1
Embora seja relativamente conhecido, algumas pessoas acabam fazendo uma interpretação equivocada do Eneagrama.
Os “pitaqueiros de plantão” sempre têm uma opinião generalista sobre algo que não sabem direito. Todo mundo conhece alguém assim, não é mesmo?
Bem, uma das melhores maneiras de se entender uma coisa é começando por aquilo que ela não é. Então, vamos dar uma olhada em dois pontos de vista, os críticos e os exagerados:

Os críticos geralmente comentam assim:

– “Eneagrama… Hm, parece que tem algo a ver com religião.”
Não. É uma apenas uma ferramenta psicológica de desenvolvimento pessoal, independente de crença, ideologia política, time de futebol, etc. Católicos, espíritas, protestantes, budistas… enfim, pessoas de todas as religiões e até ateus estudam e aplicam Eneagrama por aí.
– “Eneagrama tem a ver com pentagrama e essas coisas todas.”
Cara, sempre tem alguém assustado vendo teoria da conspiração em tudo. Vê bem, termos derivados de língua estrangeira às vezes causam essa impressão preconceituosa.
Raciocine: “democracia”, “filosofia”, “antropologia”, “paralelogramo”  e “eneagrama”, são palavras derivadas do grego, perfeitamente simples. Sem viagem. Pode estudar tranquilo que é do bem.
– “É coisa… sei lá, meio esóterica”.
Vamos entender direito: na antiguidade egípcia, havia conhecimentos abertos ao público leigo (o povão), chamada de “exotéricos” e as sabedorias mais profundas, reservadas para iniciados, chamadas de “esotéricas”.
Como estamos no século XXI, com a Psicologia científica contemporânea, a resposta é um redondo: não.
Agora, como o Eneagrama tem um lado de auto aperfeiçoamento muito forte, algumas pessoas levam isso bem a sério e realizam profundas transformações, acumulando muita sabedoria e paz interior. É um direito deles. O leigo que vê de fora, pode se apressar e julgar essa galera como “mística”.
Bem, aqui na TAE, eu sigo uma linha tão próxima quanto possível da realidade profissional e dos desafios da vida contemporânea que todos nós temos.
– “É uma parada exótica da Ásia, já superada pela ciência de hoje.”
Negativo. Dos anos 1970 para cá, o Eneagrama foi modernizado com todo o rigor científico por psicólogos e médicos psiquiatras, mestres e doutores em suas áreas de atuação. A abordagem do Método TAE tem base nos estudos desses caras, com respaldo acadêmico completo.
– “É um jeito de rotular as pessoas.”
Pelo contrário. O lado irônico do Eneagrama é que ele nos demonstra os rótulos que nós mesmosadotamos sem perceber. Indo mais fundo, a ideia é buscar a essência, quem realmente somos, o verdadeiro “ser”, livre de rotulações e padrões automáticos das estruturas do ego.

 Já os mais empolgados geralmente comentam assim:

– “O Eneagrama adivinha nossos comportamentos.”
Calma, menos. Vê só: como os Grupos de Personalidades nos induzem a padrões de comportamentos bem previsíveis, usando observação treinada e aguçada, é possível presumir a maneira mais provável de como você geralmente reage às situações.
Não tem nada de paranormal ou fantástico nisso. É pura dedução lógica.
– “O foco do Eneagrama é entender nossos comportamentos.”
Não apenas isso. Tem sujeito que usa isso para justificar comportamentos negativos e diz assim “já que sou Legalista (Grupo 6), então, sou desconfiado mesmo”, ou “já que sou Prestativo (Grupo 2), então, sou ciumento mesmo”.
O cérebro dorme e o progresso para. Entender o comportamento mecânico do Ego é só o 1º passo. Depois, temos de buscar desenvolver os níveis mais avançados de consciência.
– “O Eneagrama é a maior e melhor ferramenta de todos os tempos do universo.”
Tem gente que exagera. O Eneagrama é um dos muitos caminhos para o desenvolvimento humano, naturalmente, o meu preferido e recomendado; mas é preciso ficar claro que existem muitos outros bons por aí. Cabe a você escolher  aquele que lhe pareça mais adequado.
– “O Eneagrama explica ‘quem eu sou’.”
Epa, menos, menos. A ideia é entender a dinâmica de nossas personalidades e nos aperfeiçoar de tal forma que possamos – depois – descobrir quem a gente é. Nosso verdadeiro “ser”, nas palavras de Gurdjieff, é algo profundo e vai muito além das máscaras do ego (as personalidades).

Sintetizando:

  • O Eneagrama moderno é respaldado cientificamente;
  • Não visa rotular as pessoas dentro dos Grupos (ou tipos) psicológicos;
  • Também não visa usar esse conhecimento para justificar comportamentos negativos;
  • Muito menos para julgar o comportamento dos outros.
Agora continue lendo para complementar o raciocínio.

O QUE É (DE FATO) O ENEAGRAMA?

TAE_post_eneagrama_2-2
O termo vem do grego e significa “nove pontos” (Ennea = Nove; Grammos = Pontos).
Talvez essa seja uma definição bem prática:
O Eneagrama é uma ferramenta psicológica de alta precisão para o autodesenvolvimento a serviço da humanidade.
É muito fácil para os novatos, de todas as idades, entenderem:
  • Como funcionam os nove Grupos de Personalidade (e o seu em particular);
  • Os padrões das reações dos Grupos quando estão bem ou quando desequilibrados;
  • Perceber o que temos de bom (habilidades e virtudes) …
  • …o que temos de ruim (vícios e paixões);
  • Os níveis de consciência e como cada Grupo pode evoluir pessoal, interpessoal e profissionalmente;
  • Como entender e respeitar a visão de mundo das outras pessoas;
  • Dentre outras coisas muito legais.
Reúne muita sabedoria psicológica de forma simples de entender. É divertido observar a si mesmo de maneira tão clara e ver outras pessoas se identificando também. A gente vê muito isso nos eventos. Cada insight sobre nós e os outros é um momento misto de empolgação e alegria.

E alguns vão mais longe.

TAE_post_eneagrama_4-2
Algumas pessoas se aprofundam no Eneagrama, geralmente (mas nem sempre) para fins profissionais, como terapeutas, coaches, líderes e empresários.
Aí é que a coisa fica interessante. Em um nível mais avançado, o Eneagrama é incrivelmente profundo, rico em detalhes e amplia muito a nossa postura e percepção do mundo.
É possível entender e ajudar as pessoas, estejam elas em condições negativas (problemáticas), como normais (saudáveis) e até evoluídas (virtuosas). O mesmo vale pra gente mesmo.
Ou seja, vai muito além das personalidades e condicionamentos;

Só que às vezes nosso ponto mais forte é também o mais fraco.

Nos dizeres da respeitadíssima autora e psicóloga norte-americana, Helen Palmer, uma das maiores especialistas no assunto, o maior problema do Eneagrama é justamente o fato dele ser tão legal e tão prático.
Como geralmente as pessoas não se aprofundam no tema, alguns poucos podem acabar rotulando a si mesmos e aos outros, encaixotando as pessoas dentro dos Grupos de Personalidade.
“Pacifista é tudo preguiçoso”, “Multiface é tudo distraído”, “vou contratar um Destemido porque eles são duros na queda”. Típicos equívocos de iniciantes.

A ideia – definitivamente – não é por aí!

Embora os Grupos de Personalidade tenham várias características previsíveis, as pessoas têm vivências, famílias, culturas e influências diferentes.
Junte numa sala mil Multifaces (Grupo 3) e você verá mil pessoas diferentes, mas que utilizam o mesmo sistema referencial de personalidade. Só para dar uma ideia: são como mil pilotos diferentes que dirigem um mesmo modelo de carro.
O carro é o mesmo, tem os mesmos mecanismos e dispositivos, mas cada piloto tem seu jeito próprio. Uns dirigem mais rápido, outros mais devagar. Uns são ousados, outros contidos e por aí vai.
Detalhe: se você é terapeuta profissional e precisa de definições mais técnicas, recomendo o site da Associação Internacional do Eneagrama – IEA ou então da IEA Brasil (basta clicar nesses links).

Veio de onde?

Neste infográfico aqui dá para ter uma ideia legal das origens do Eneagrama (clique para ampliar):
TAE_post_eneagrama_3

Eneagrama e seus resultados no meio profissional.

TAE_post_eneagrama_4
Como você pode ver, embora seja bem antigo, a modernização acadêmica é recente, entre 40 e 50 anos atrás. Hoje, muitos profissionais como recrutadores, coaches, gestores, executivos, Psicólogos e Psiquiatras utilizam o Eneagrama naturalmente em seu dia a dia profissional.
Mesmo assim, até hoje, alguns psicólogos ainda torcem o nariz para o Eneagrama.
Muitos julgam que encapsula o “ser” e seus infinitos detalhes em 9 tipos diferentes, o que a gente considera uma visão reducionista dessa ferramenta tão abrangente.
Normal, até mesmo Jung foi (e ainda é) tido como “viajadão” por alguns.
  • Esse tal Carl G. Jung (em minha opinião um dos seres humanos mais brilhantes da história), inclusive criou um sistema tipológico de personalidades (1923) cujo método de classificação é adotado até hoje (extroversão/introversão, sensitividade/intuição, pensamento/sentimento);
  • Tem também o MBTI (Myers-Briggs Type Indicator), da Isabel Briggs, que lá pelos anos 1980 atualizou o sistema de Jung elevando para 16 o número de tipos, popular até hoje;
  • Sem falar do sistema DISC (Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade).
Dentre tantos outros… todos métodos válidos e úteis profissionalmente.

Eu particularmente conheço bem esses aí.

Por exemplo: para que um recrutador possa usar o Eneagrama para identificar com precisão o Grupo de Personalidade de todo mundo que chega até ele, levaria muito tempo e estudo. Por isso, até eu mesmo, na maioria dos casos, recomendo o MBTI para esta finalidade.
Já para vendedores, especialmente os de ponto de venda, que precisam fazer uma leitura do cliente quase que instantânea e com poucas perguntas, o DISC funciona bem melhor.
Porém, para você que pretende fazer uma jornada no autoconhecimento e se desenvolver tanto pessoal, quanto interpessoal e profissionalmente, com toda certeza, recomendo o Eneagrama, no qual me especializei.

O diferencial do Eneagrama.

TAE_post_eneagrama_4-4
O grande lance é que a linguagem simples e a precisão do Eneagrama costumam tocar mais as pessoas, pois é como se falasse com ambas as polaridades: a personalidade (superficial) e essência (profunda).
O autoconhecimento flui com a auto-observação, que o cara pode fazer sozinho, todo dia, sem depender dos outros, exercitando a presença.
Isso desperta a consciência (em detrimento do “Estado de Sono” do Ego), facilitando para que cada um possa descobrir e aprimorar seus verdadeiros potenciais, livrando-se do entulho das máscaras conscientes e inconscientes.
A gente aprende a assumir a responsabilidade por nosso presente e futuro, ao invés de buscar culpados pelas nossas dificuldades e frustrações.
Como as reformas vem de dentro da pessoa para fora, a tendência é que os resultados sejam rápidos e também duradouros. Quando isso acontece é empolgante. Fica fácil querer evoluir mais e mais.

O símbolo do Eneagrama.

Até onde sabemos, foi estabelecido pelo célebre matemático Pitágoras, que viveu entre 570 e 490 a.c.
TAE_post_eneagrama_5
É composto por um círculo exterior e por dentro tem um triângulo e uma héxade. Cada vértice desses elementos internos forma um dos 9 pontos do Eneagrama (Enea = nove, Grammos, = pontos).
Também é importante frisar que lá na antiguidade não tinha computador, nem gráficas para rodar livros e apostilas.
Os conhecimentos eram transmitidos verbalmente, por isso mesmo, era costume criarem símbolos muito bem bolados, que carregavam consigo outros significados:
TAE_post_eneagrama_6
Agora lógico, essas representações só fazem sentido mesmo para quem conhece a fundo a ferramenta e entende certinho a razão de cada coisa.
Para quem tá chegando agora, basta entender que isso é, antes de tudo, um gráfico. Uma ilustração que ajuda a gente a entender melhor a fermenta.

Beleza João, mas como posso aplicar o Eneagrama em minha vida?

TAE_post_eneagrama_7
Essa é a pergunta que definiu a Educação TAE, tempos atrás. Identificar Grupos de Personalidade, conhecer as tendências e aversões naturais, etc, é o de menos. O que importa mesmo é o resultado que tudo isso pode proporcionar.
São 3 grandes áreas de abordagem que a gente aplica aqui na TAE:

1. DESENVOLVIMENTO PESSOAL.

Tem gente que nem sabe que pode crescer, evoluir. Costumam projetar nos outros (e nas circunstâncias) a culpa pelos seus problemas.
O Eneagrama ajuda a pessoa a sair da condição de coadjuvante e assumir a posição de protagonista da própria vida, facilitando a escolha entre permanecer nessa situação ou dar a volta por cima. É possível evoluir anos de terapia em semanas. É lindo se se ver.
Outras pessoas já querem muito se desenvolver (espero que seja seu caso). Daí, encontram uma verdadeira estrada onde podem acelerar à vontade. Daí fica fácil:
  • Ampliar o autonomia sobre si mesmo, rompendo rótulos e ilusões, sobretudo em aspectos inconscientes que a gente nem sabia que tinha;
  • Maior domínio emocional, o que minimiza nossos dramas e sofrimentos e nos conduz a um estado equilibrado;
  • Fazer as pazes com nosso passado, com uma releitura mais profunda e harmoniosa;
  • Entender melhor nosso presente, nossas reais habilidades e talentos;
  • Conseguir tomar decisões importantes de forma mais assertiva e coerente com nossos potenciais;
  • Ter clareza em nossa visão de futuro, para definir aquilo que realmente queremos fazer de nossas vidas.

2. DESENVOLVIMENTO INTERPESSOAL.

Entender que outras pessoas podem ter pontos de vista e padrões de “certo e errado” (bastante) diferentes dos nossos – por si só – já é um divisor de águas na vida da gente.
  • Isso ajuda muito nos relacionamentos dos casais. A gente para de querer que o outro seja “do jeito que a gente quer” e começa a entender o ponto de vista do cônjuge, facilitando encontrar um meio termo equilibrado;
  • Também ajuda a quem está solteiro saber melhor quem procurar;
  • Permite muito mais segurança na criação e manutenção do networking no mundo dos negócios;
  • Avança muito a compreensão e fraternidade nas relações familiares (pais, filhos, irmãos, primos, etc);
  • E o mais interessante: ajuda muito a conviver com a gente mesmo!

Nas empresas, o Eneagrama também é largamente utilizado na gestão de equipes e lideranças.
Quando as pessoas entendem que cada um tem uma estratégia natural inconsciente, que orienta seus comportamentos e verdades, a maioria dos conflitos se resolvem automaticamente.
Pequenas cismas, rixas, falhas de comunicação e mal entendidos vão reduzindo pouco a pouco. É impressionante o efeito já nos dias seguintes após um treinamento.

3. DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL.

Uma das coisas que mais me assusta nesses anos todos de prática é perceber a quantidade de pessoas que subutilizam o próprio potencial. Trabalham em funções que não tem nada a ver com elas. Sentem que há algo errado, mas não sabem dizer o que é.
Uma vez que conhecemos melhor a nós mesmos, nossos reais talentos e habilidades, pontos fortes e fracos, temos condições de tomar melhores decisões profissionais.
Após os treinamentos da TAE, são comuns os depoimentos das pessoas sobre as transformações que começam a acontecer em suas carreiras profissionais.
Quando “cai a ficha” do tamanho do potencial que estava simplesmente parado e começa a ser mobilizado em uma direção, as mudanças se tornam naturais, a própria pessoa enxerga onde e como precisa mudar.

O Método TAE.

É importante deixar claro que nosso Método é fruto de uma combinação criativa de várias áreas do conhecimento:
  • Neurociência;
  • Psicologia Positiva;
  • Coaching;
  • Programação Neuro-Linguística (PNL);
  • e principalmente (mas não apenas), Eneagrama.
O nome “TAE” vem justamente de nossas 3 inteligências: Teórica, Ativa e Emocional.
TAE_post_eneagrama_8
Essa leitura vem exatamente dos 3 centros básicos do Eneagrama: Emocional, Mental e Motor.

A partir daí, trabalhamos com 3 ferramentas básicas:

  • 1ª Ferramenta: nossas 3 inteligências e como elas afetam nossa vida (infográfico rápido aqui.);
  • 2ª Ferramenta: os Grupos de Personalidade do Eneagrama (como você vê neste artigo) e como nos desenvolver com o autoconhecimento;
  • 3ª Ferramenta: as 3 Filosofias de Valor – Segurança, Liberdade e Controle e como elas definem nossas escolhas e resultados profissionais (outro infográfico rápido aqui).
Todas as ferramentas do Método TAE têm propósitos específicos e atendem a necessidades diferentes.

E os testes de personalidade? Funcionam?

TAE_post_eneagrama_9
Você que está chegando agora deve estar curioso para saber sobre os Grupos de Personalidade e talvez até tentar encontrar o seu, não é mesmo?

Antes disso, se liga no seguinte:

Identificar Grupo de Personalidade nem sempre é simples. Algumas pessoas se identificam na hora, mas para a maioria, o autodiagnóstico certeiro é pouco provável.

Aí o sujeito recorre aos “Testes de Personalidade” do Eneagrama.

Tem vários por aí na web, mas deixe-me ser absolutamente claro: não recomendo.
Até mesmo o teste mais legal que tem, o Riso-Hudson, feito por dois profissionais altamente qualificados da área, tem algo em torno de 66 a 75% de precisão.
Eu mesmo já testei com muitas pessoas e é comum o resultado indicar um Grupo errado.

E o mais curioso: o problema não está no teste!

Que inclusive é muito bem feito. O problema está na gente! Frequentemente respondemos as perguntas de forma errada, porque geralmente a gente se conhece muito pouco.
Daí, bastam apenas uma ou duas respostas falhas para dar um resultado equivocado lá na frente.

Resumindo:

Só recomendo o teste Riso-Hudson se você tiver por perto alguém treinado no Eneagrama. Essa pessoa vai conseguir analisar com mais detalhes, fazer perguntas precisas e identificar seu Grupo com exatidão.

E reforçando:

Algumas das experiências mais difíceis que tive foi quando algumas pessoas fizeram o teste, deu um resultado errado e elas teimaram que aquele era o certo. Dá muito mais trabalho depois. O sujeito tem que “desaprender” para depois aprender de novo.

Por isso afirmo: quer saber seu Grupo de Personalidade?

Procure uma instituição séria, com pessoas qualificadas no Eneagrama que possam te ajudar. Esse é o único jeito realmente seguro e preciso. Aqui na TAE existem programas 100% online específicos para isso, inscreva seu melhor e-mail em nossa lista para ficar por dentro das próximas turmas.

Estudando seu Grupo de Personalidade.

TAE_post_eneagrama_10
Muito do Eneagrama gira em torno do estudo das personalidades, suas interconexões e caminhos para o crescimento. Uma das maiores contribuições nesse sentido foi do Claudio Naranjo. Uma verdadeira sumidade na área, muito fera.
Ele é médico psiquiatra, e quando trabalhava na Universidade de Stanford, nos EUA, apresentou um vasto trabalho integrando à ferramenta recursos da moderna psicologia.
Foi a partir daí que muitos dos progressos do Eneagrama aceleraram, pois muita gente boa da área acadêmica começou a se aprofundar nessa ferramenta.

Grupo ou tipo de personalidade?

No meio acadêmico, a nomenclatura correta são “Tipos de Personalidade”, uma vez que se trata dos estudos tipológicos, onde cada um dos nove estabelece uma estrutura de caráter humano, com inter-relações dinâmicas com outros tipos.
Deu uma complicada né? Mas relaxa que você não precisa memorizar nada disso agora.
Só preciso deixar claro que – aqui na TAE – a gente adota o termo Grupo de Personalidade, por questões meramente didáticas, como explico melhor lá nos treinamentos.

Mas enfim, vamos dar um breve resumo de cada Grupo.
Todos os nove Grupos possuem traços de personalidade baseados em uma “autoimagem ideal”, que cada um alimenta, inconscientemente, desde pequenininho.
Embora todos nós façamos parte de um Grupo de Personalidade, não ficamos isolados “lá dentro”. Há uma série de inter-relações, por isso, é possível que você se identifique com mais de um (ou até vários) ao mesmo tempo.

Aqui, podemos ver cada um deles de forma resumida (clique para ampliar):
TAE_post_eneagrama_12

Mas atenção: este infográfico é apenas um resumo.

Naturalmente, as informações acima são bem simplificadas. Há também mais coisas a serem consideradas como por exemplo:
  • As variações (conservação, extrema e externa);
  • As asas (grupos vizinhos de onde às vezes “emprestamos” recursos);
  • egos de apoio (Grupos conectados ao nosso pelas linhas internas).
E muito mais, dependendo do nível de detalhamento e profundidade que você deseje aprender.

Parece interessante?

Em nossos treinamentos, online e presenciais, identificamos com precisão seu Grupo de Personalidade e ensinamos ferramentas práticas para colocar que esse conhecimento possa gerar impacto positivo em sua vida.
São poucas vagas por ano: inscreva seu melhor e-mail em nossa lista e saiba em primeira mão:

CONCLUINDO.

TAE_post_eneagrama_15
Todos os Grupos têm lá seus pontos positivos e negativos, não existe um melhor que o outro, o que existe são pessoas mais preparadas para a vida do que outras.
Em cada Grupo, o Ego tem um “plano infalível pra o sucesso”, que sempre dá problema, que nem os do Cebolinha lá na turma da Mônica.

Por exemplo, em relação ao SUCESSO PESSOAL:

  • Para os Exigentes, ser bem sucedido é ser perfeito e ter tudo perfeitinho ao seu redor (mesmo que ele desenvolva uma úlcera);
  • Para os Prestativos, ter sucesso é ser amado pelos outros e quando todos eles estão bem (mesmo que ele esteja mal);
  • Para os Multifaces, ter sucesso é quando sua imagem ou seu trabalho são admirados pelos outros(mesmo que isso exija interpretar um falso papel social);
  • Para os Personalistas, ter sucesso é definir seu estilo pessoal único e ser absolutamente livre para ser ele mesmo (mesmo que viva constantemente insatisfeito);
  • Para os Racionalistas, ter sucesso é ter certeza teórica e isolar-se do mundo em seu castelo mental (mesmo que isso traga um isolamento nocivo);
  • Para os Legalistas, ter sucesso é usufruir da mais absoluta segurança e que o mundo obedeça (suas) regras (mesmo desenvolvendo paranoias imaginárias);
  • Para os Criativos, ter sucesso é extravasar a alegria e viver todos os prazeres que quiser e quando quiser (mesmo que isso distorça seu caráter e detone seu corpo);
  • Para os Destemidos, ter sucesso é mandar em tudo e que tudo seja do jeito dele (mesmo que para isso se torne um déspota);
  • Para os Pacifistas, ter sucesso é não ter conflito, viver na indolência e “fundir-se” a outra pessoa (mesmo que para isso tenha de entorpecer a vontade própria e dizer “sim” o tempo todo);
Todo plano do Ego é fadado ao fracasso.Ditado padrão do Eneagrama
Seguir os planos do Ego é como tentar saciar a sede com água salgada. Sempre é necessário mais e mais, numa busca cansativa que não tem fim.

Por isso que:

  • Visando a (sua) perfeição acima de tudo, os Exigentes podem sufocar os sonhos, ficarem chatos e até passar por cima da sensibilidade humana;
  • Forçando os outros a amá-los, os Prestativos acabam ficando pegajosos e ciumentos, sendo por fim, excluídos;
  • Lutando pelo sucesso e admiração alheia, os Multifaces acabam sendo rejeitados;
  • Enclausurados pelo passado e pelos próprios sentimentos, os Personalistas podem viver tristonhos e acabar desperdiçando a própria vida;
  • Impondo suas verdades teóricas abstratas, os Racionalistas podem terminar desconectados da realidade prática da vida e das pessoas;
  • Tornando-se dependentes das regras e da segurança, os Legalistas podem acabar paranoicos e abandonados;
  • Sedentos de prazer e diversão, os Criativos podem acabar frustrados e insatisfeitos;
  • Buscando dominar e combater adversários o tempo todo, os Destemidos terminam destruindo tudo;
  • Fugindo dos conflitos, os Pacifistas terminam acomodados, como tartarugas morando em “cascos psicológicos” carentes e fragmentados.

Imagine que você pudesse estabelecer seu planejamento de vida indo além dessas limitações?

Buscando o que há de mais forte aí em seu potencial? É isso que a gente quer para você aqui na TAE. Torne-se alguém preparado para ser feliz e ter sucesso nas 3 grandes áreas:
Pessoal; Interpessoal e Profissional.
De forma alinhada com seu perfil individual, seu Grupo de Personalidade e seus objetivos futuros. Fazendo o bem e vencendo na vida.
Fonte:http://educacaotae.com.br/blog/eneagrama-guia-completo/

Postagens mais visitadas deste blog

APRENDA COMO FAZER CONTATO COM SEU ANJO E GUIAS ESPIRITUAIS - TEXTOS DE VÁRIOS AUTORES

PARA ONDE VAMOS QUANDO MORREMOS,SEGUNDO A DOUTRINA ESPÍRITA ?

O GATO NA MITOLOGIA SAGRADA EGÍPCIA